terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sorria para vida, só assim ela vai te sorrir de volta!

Hoje acordei um tanto desanimada, digamos assim, mas já, já, vou fazer uma bela meditação e tudo volta ao normal, segundo essa reportagem da revista, uma leve tristeza  faz parte e precisamos dela para poder equilibrar  nossas emoções.


Não coloquei a reportagem toda, porque é muito longa, vou deixar o link aqui: http://super.abril.com.br/cotidiano/tristeza-faz-bem-446307.shtml - Se quiser saber um pouco mais dá uma lidinha lá, mas o que é mais importante disso tudo, é identificar nas suas reações, quando é uma tristeza "normal" ou quando está se tornando algo crônico.

Então bola pra cima e vamos buscar atividades que levantem o nosso astra, fazendo artesanato, passear ao ar livre, fazer exercícios físicos, uma roda de amigos para um bom bate papo ou qualquer outra coisa que te dê satisfação, ou todas essas coisas de uma só vez.

Eu vou buscar minha meditação predileta e não demora muito, minhas emoções mudam e volto a sorrir pra vida, para vida poder me sorrir de volta.

Mas se você se identifica com os sintomas abaixo, procure imediatamente ajuda e volte a ter uma vida, viver é muito importante para nossa alma.

"Super Interessante - maço de 2006

...Por que ficamos tristes?
Tristeza é um sentimento que responde a estímulos internos, como recordações, memórias, vivências; ou externos, como a perda de um emprego ou de um amor. Não se trata de uma emoção, que é uma resposta imediata a um estímulo. No caso da tristeza, nosso organismo elabora a sensação e amadurece-a antes de manifestar. É uma resposta natural a situações de perda ou de frustrações, em que são liberados hormônios cerebrais, chamados neurormônios, responsáveis pela angústia, melancolia ou coração apertado...

Fique atento

Ao contrário da tristeza natural, a depressão é uma doença séria que exige ajuda médica. Veja alguns sintomas da depressão
• Melancolia profunda e incessante por mais de 15 dias consecutivos.
• O sentimento é incapacitante, ou seja, impede ou dificulta a execução das atividades normais.
• Perda de interesse em atividades que antes davam prazer, incluindo sexo.
• Dificuldade de raciocínio e concentração.
• Irritabilidade e ansiedade.
• Fadiga constante e perda de energia.
• Alterações nos hábitos de sono, como excesso de sonolência ou insônia.
• Pensamentos freqüentes sobre morte e suicídio.
• Mudanças no apetite.
• Tendência ao isolamento." 


"A paz começa comigo, afetuosamente!"
 "Eu liberto o que é velho, e sou grata pelo novo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário